Edições

2020

O lançamento do relatório nacional será no dia 15 de julho, em um evento on-line, às 19h.

2018

Em 2018, apresentamos os dados coletados entre 19 de fevereiro e 28 de maio de 2018, por meio do método quantitativo, com amostra de 1.990 questionários e margem de erro estimada em +/- 2,24 pp. Os dados sistematizados, permitem visualizar o crescimento, dentro do grupo pesquisado, das categorias “direita” e “extrema direita”, assim como a redução da relevância da imprensa como fonte de informação para decisão do voto.

2016

Nesta edição, 1570 eleitores conectados responderam ao questionário entre os dias 1º e 20 de fevereiro. No ano em que as doações corporativas foram proibidas, levantamos o nível de interesse do eleitor em realizar doações aos seu candidatos.

2014

A primeira edição da pesquisa sobre o eleitor brasileiro conectado ouviu, por meio de questionário digital, 1271 pessoas entre os dias 15 e 19 de agosto de 2014. A maioria desses eleitores não usa apenas a internet para se informar sobre a política. Dentre os entrevistados que afirmaram usar a web para se atualizar sobre o tema, apenas 11,5% disseram que essa é a sua única fonte de informações.